Pode dar dipirona para cachorro?

Afinal, você pode dar dipirona para cachorro?

O analgésico dipirona,  igualmente conhecida como dipirona Mono hidratada ou dipirona Sódica, é um fármaco analgésico e antipirético indicado para o tratamento da dor e febre em adultos, adolescentes, crianças ou lactentes com mais de três meses de idade.

Para os seres humanos, esse fármaco não causará nenhum mal quando usado corretamente (prescrito por um médico), mas você pode dar dipirona para cachorro? Continue a leitura para aprender tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Pode dar dipirona para cachorro?

Pode dar dipirona para cachorro

Em princípio, você pode dar dipirona ao seu cão desde que seu veterinário o prescreva para aliviar sintomas como febre e dor moderada do seu animal de estimação.

Os medicamentos podem causar intoxicação animal ou danos aos medicamentos se administrados de maneira errada ou na dose errada.

É importante notar que o Analgin destina-se apenas a ser utilizado como analgésico para cães, ou seja, não trata o problema por si só.

Por isso, fornecer medicamentos sem a prescrição de um profissional pode mascarar o real problema, levando a mais complicações para a saúde do seu animal de estimação.

Sob nenhuma circunstância você deve seguir a mesma dosagem que os humanos, pois os organismos animais agem de maneira diferente.

Portanto, pelo bem do seu animal de estimação, não ofereça medicamentos (ainda mais humanamente) sem a prescrição de um veterinário.

Erros como esse podem colocar a vida do seu peludo em risco de forma extremamente desnecessária!

Quando você pode dar dipirona para cachorro?

Para nós humanos, a bipirona costuma ser recomendada pelos veterinários apenas para aliviar a febre e aliviar a dor aguda em cães.

Notavelmente, febre e dor menos intensa são considerados sinais secundários de problemas de saúde.

Dito isto, as bipironas são frequentemente prescritas como adjuvante no tratamento da causa real do problema.

Quanto de dipirona pode dar para cachorro?

Em relação à quantidade de Valium que pode ser administrada a um cão, o veterinário deve prescrever a dose correta com base no peso, saúde, idade e tamanho do filhote.

É importante seguir rigorosamente todas as orientações dos profissionais, pois doses mais baixas podem não surtir o efeito desejado e doses mais altas podem causar intoxicação.

Riscos de oferecer dipirona para cachorro da maneira errada

Como acabamos de dizer, uma overdose de Valium pode levar ao envenenamento ou danos causados ​​por drogas em cães. Além disso, no entanto, os animais de estimação podem experimentar outros efeitos colaterais da overdose, como:

  • diarréia
  • Vômitos
  • gastrite
  • úlcera
  • A febre é pior
  • salivação excessiva


Além disso, os cães também podem ser alérgicos a medicamentos, aumentando a importância do acompanhamento veterinário e da prescrição de medicamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.