Welsh Terrier – Principais doenças da raça

O Welsh Terrier é a definição de um cão feliz, companheiro, ativo e muito brincalhão. É um animal de estimação saudável que pode viver até 14 anos e geralmente não é suscetível a doenças, no entanto, como em outras raças, existem alguns problemas genéticos e/ou genéticos que afetam este cão.

Descubra quais são as principais doenças do Welsh Terrier neste artigo.

Welsh Terrier

Problemas dermatológicos da raça Welsh Terrier

Devido à genética, os Welsh Terriers são mais propensos a problemas de pele do que outros cães. Portanto, as principais condições são alergias alimentares e dermatite atópica.

Alergias alimentares, também conhecidas como alergias alimentares, são problemas causados ​​por certos ingredientes presentes na dieta do seu animal de estimação que causam coceira e vermelhidão.

A dermatite atópica pode ser causada por uma variedade de causas, como pólen, mofo e ácaros. Dito isto, é uma doença difícil de controlar e também pode causar coceira, queda de cabelo e vermelhidão nos animais de estimação. Idealmente, os galeses afetados devem ser acompanhados por um dermatologista veterinário.

Hipotiroidismo nos Welsh Terrier

O hipotireoidismo é um distúrbio endócrino hereditário causado pela produção insuficiente de hormônios tireoidianos, as glândulas responsáveis ​​pela secreção de hormônios envolvidos em processos metabólicos no corpo.

Por se tratar de uma doença que acomete múltiplos sistemas, os sintomas clínicos variam, mas os principais podem ser ganho de peso, relutância ao exercício e intolerância ao frio.

Glaucoma no Welsh Terrier

O glaucoma, uma doença bem conhecida em humanos, também afeta animais de estimação geneticamente predispostos, como os Welsh Terriers.

O glaucoma ocorre devido à produção excessiva do fluido que lubrifica o olho, causando aumento da pressão no olho.

Quantidades excessivas desse fluido no olho podem causar sérios problemas e até mesmo desgastar o nervo óptico, levando à cegueira.

Se diagnosticada precocemente, a doença pode ser tratada, mas se isso não acontecer, os animais de estimação podem ficar cegos à medida que a patologia progride.

Epilepsia

A epilepsia é um distúrbio no qual ocorrem convulsões devido a descargas elétricas anormais no cérebro. A epilepsia idiopática afeta os Welsh Terriers e não tem causa conhecida, geralmente ocorrendo sem aviso prévio.

Os principais sintomas clínicos da doença são perda do controle motor, salivação excessiva, vômitos e comportamento anormal.

Catarata na raça Welsh Terrier

Outra condição comum que afeta os olhos do Welsh Terrier é a catarata, conhecida pela formação de uma película cinzenta ao redor do globo ocular do animal.

À medida que as células da área morrem, o filme impede que a luz entre no olho, onde os animais de estimação podem ficar cegos em estágios avançados.

Se tratada precocemente, a condição pode não progredir para a cegueira.

As doenças aqui mencionadas provêm de estudos e artigos sobre suscetibilidade a determinadas doenças na etnia.

Lembre-se de que seu Welsh Terrier pode viver uma vida saudável sem nenhuma doença. No entanto, informação e conhecimento são importantes, e se houver algum sinal de que algo está errado com o seu peludo, procure um veterinário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.